Crescem casos de câncer de próstata no Brasil


19 Jul 2013

Pesquisa revela ainda que aumentou a mortalidade

João Ricardo Gonçalves

Rio -  Estudo publicado na última edição da revista da Associação Europeia de Urologia chama a atenção para o fato de que houve aumento dos casos de câncer de próstata em 32 dos 40 países analisados. A pesquisa abrange todos os continentes.

No Brasil, que em 2012 deve ter 60 mil novos diagnósticos, a mortalidade relacionada à doença tem crescido, segundo especialistas, devido ao aumento da expectativa de vida no País. Mais do que nunca, então, é hora de observar as dicas de prevenção.

O levantamento informou que a média da taxa de novos casos na América do Sul está em 50 por 100 mil habitantes. No Brasil, é de 83 por 100 mil. Em 2010, era de 54 a cada 100 mil, segundo o INCA.

“Apesar de nos aproximarmos dos níveis de países desenvolvidos quanto à detecção de novos casos, houve aumento significativo da mortalidade pelo câncer, possivelmente devido ao aumento da expectativa de vida da população”, alerta Daher Chade, urologista do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo e Pesquisador do Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, nos Estados Unidos.

O médico afirma que é preciso observar a necessidade de fazer exames e de prevenir a doença. “Os exames do toque devem ser feitos a partir de 40 anos, quando se tem histórico de câncer de próstata na família, ou de 45, quando não se tem. A partir dos 50, deve se fazê-lo todo ano, assim como o de PSA, no sangue”, afirma Chade.

Estima-se que os homens tenham 30% de chances de pegar algum tipo de câncer ao longo da vida. Metade desse percentual está relacionado com o câncer de próstata.

Fonte: http://odia.ig.com.br/portal/cienciaesaude/crescem-casos-de-c%C3%A2ncer-de-pr%C3%B3stata-no-brasil-1.461848