Condições Ideais Para Ultrassom


02 Out 2017
Condições Ideais Para Ultrassom

 

Condições ideais para obtenção de imagens pelo método da ultrassonografia:

As imagens da ultrassonografia são resultado da reflexão das ondas sonoras sobre uma superfície e depende muito do contraste entre as diferentes densidades de estruturas em estudo. Quanto maior a densidade da estrutura, mais "clara" ficará no monitor e quanto menor a densidade, mais "escura" aparecerá no monitor (ex: o líquido amniótico aparecerá como imagem "escura" e as estruturas ósseas, mais "claras"; as demais estruturas - pele, músculo, etc - aparecerão como tonalidades intermediárias dependendo da sua densidade).

A obtenção de uma boa imagem ultrassonográfica depende de vários fatores:

  1. Da qualidade do equipamento e da habilidade do médico ultrassonografista.
  2. Volume adequado de líquido amniótico e presença dele ao redor da estrutura a ser estudada. Se não houver líquido amniótico em boa quantidade à frente da face, a imagem aparecerá borrada. Se a bexiga estiver vazia durante um exame pélvico, as estruturas da pelve aparecerão borradas e isto dificulta ou até impossibilita o exame.
  3. A estrutura a ser estudada deve estar diretamente à frente do transdutor. Por exemplo, se o bebê estiver "de bruços", será impossível visibilizar sua face mas será melhor estudada a coluna e órgãos da parte posterior do corpo fetal.
  4. A distância entre o transdutor e a estrutura a ser estudada deve ser a menor possível; isto se deve à dispersão dos sinais do ultrassom pelas estruturas interpostas. Assim, as imagens em pessoas mais obesas terão menor nitidez do que em pessoas mais magras
  5. Cicatrizes ou materiais utilizados para correção de hérnias prejudicam a visibilização das estruturas localizadas abaixo delas.

As condições são as mesmas para a ultrassonografia ginecológica  e ultrassom 3D.

Curso Ultrassonografia no Sofrimento Fetal Crônico

A UltraEduc oferece o curso online de Ultrassonografia no Sofrimento Fetal Crônico oferecido pelo Prof. Dr. Luiz Antonio Bailão, Especialista em Ultrassonografia e Mestre e Doutor pela Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto. O objetivo do curso é revisar a Fisiopatologia e as aplicações da Ultrassonografia (convencional e Doppler) no estudo do Sofrimento Fetal Crônico.

Para conhecer mais cursos de Ultrassonografia aplicados pelo Prof. Dr. Luiz Antonio Bailão, clique aqui.